• VCOM Tecnologia

Educação financeira: como gerir finanças pessoais pode ajudar nos negócios?

Você sabe que a educação financeira pessoal é um dos principais fatores que podem ajudar nos seus negócios? Inicialmente, pode parecer assuntos muito distantes, no entanto, essas questões estão relacionadas.


Vale destacar que tem aumentado o número de empresários com dificuldade para manter os compromissos financeiros em dia e, consequentemente, pagar todas as contas. Muitas empresas estão em inadimplência pelo fato de ter cometido erros frequentes, entre eles estão misturar as contas pessoais com o caixa das companhias. Isso é muito comum entre as micro e pequenas empresas.


Está interessado em saber mais sobre o assunto? Neste post forneceremos algumas dicas que o ajudarão a manter as finanças pessoais e os recursos financeiros da sua empresa. Acompanhe a seguir.




Faça um diagnóstico financeiro


Sem dúvida, o primeiro passo para a organização financeira é saber qual é o lucro real do seu empreendimento por mês e os gastos com despesas pessoais. Agora, você deve estar se perguntando: como fazer esse procedimento?


Fique tranquilo, pois não há muitos segredos em relação a isso. Você pode usar uma planilha do Excel, por exemplo, e construir duas tabelas. Na primeira, coloca-se os gastos pessoais (escola dos filhos, compras de supermercado, curso de inglês, compras cotidianas etc.) e na outra coloca as despesas da empresa (salário dos funcionários, pagamento de impostos, entre outros).



Defina o valor das suas retiradas


Vale destacar que o lucro da sua empresa não pode ser confundido como o seu ganho enquanto empresário. Isso porque o lucro empresarial tem várias finalidades. Entre elas estão fazer novos investimentos, reservar capital de giro, reserva de emergências etc.


Por conta disso, é muito importante que seja definido o valor que você tirará todos os meses, ou seja, qual será o seu salário por exercer a sua função de empreendedor. Esse conceito é conhecido como pró-labore. Esse salário deve ser compatível com a realidade financeira da empresa, ou seja, não pode comprometer as finanças da companhia.



Tenha contas bancárias diferentes


O ideal é ter contas bancárias separadas, pois isso facilita justamente na separação dos recursos pessoais em relação aos empresariais. Nesse contexto, é indicado que você tenha uma conta pessoal e outra destinada para a sua empresa. Essa prática pode parecer trabalhosa, porém facilita a organização financeira.


Dessa forma, ficará mais fácil para fazer o controle de todos os lançamentos nos extratos (entradas e saídas de dinheiro), os pagamentos recebidos e os gastos feitos em um determinado período. Além disso, você terá mais facilidade para comprovar o seu faturamento, o que torna mais simples fazer a declaração do Imposto de Renda.


A educação financeira não vale só para as contas pessoais e não interfere apenas no orçamento doméstico. Esse assunto é amplo e exerce influência direta em outras questões. Um dos aspectos mais relevantes é com relação às questões financeiras das empresas.


Quem consegue administrar as contas pessoais e empresariais consegue garantir um crescimento saudável e um direcionamento otimizado dos recursos disponíveis. Considerando isso, vale muito a pena se atentar às questões referentes à educação financeira.

VCOM Tecnologia - Logotipo
  • Linkedin VCOM Tecnologia
  • Facebook VCOM
  • Instagram VCOM
  • Twitter VCOM